terça-feira, agosto 02, 2005

Por cá são os chineses....



Americanos criam cruzeiros de programadores baratos, o projecto dá pelo nome de SeaCod e prevê a manutenção de um barco ancorado a três milhas náuticas da costa da Califórnia, com 600 programadores indianos, que podem, assim, desenvolver aplicações para empresas americanas em regime de outsourcing. Estas iniciativas tem por objectivo disponibilizar um serviço mais barato e também evitar o recurso a centros de programação na índia e china. Ao ficar ancorado a três milhas da costa dos EUA, o barco mantém-se em águas internacionais e os programadores indianos são dispensados dos tradicionais papéis que autorizam a emigração para as terras do Tio Sam. O projecto, que ainda não zarpou, já suscitou a polémica. Colunistas conhecidos, como John Dvorak, acusaram os mentores da iniciativa de fomentarem o esclavagismo. Os responsáveis por SeaCod respondem que o barco terá as mesmas condições de um grande cruzeiro de férias.

2 comentários:

Alforreco disse...

Porque não? Se as pessoas forem tratadas como pessoas, não me parece que tenham uma vida ou oportunidades piores do que teriam na Índia ou China. Se se poupa dinheiro e problemas com este subterfúgio, e se este dinheiro vai benefeciar os que trabalham no barco, acho até uma óptima ideia. Claro q pessoas sao pessoas, e exploracao ha sempre.

Bocados disse...

Eu sabia que coisas como esta acabariam por acontecer: http://boca-dos-.blogspot.com/2005/01/garinas-on-waves_05.html